21 de outubro de 2016

Foi em 2005.

Querido diário, não tão querido assim, já que está meio abandonado. 
Mas hoje enquanto esperava carregar alguns arquivos sozinha no meu quarto e o notebook ligado sobre mim, me bateu uma saudade de bancar a adolescente revoltada em pensamentos vagos na madrugada. Me deu aquela vontade de sentar no chão e escrever sem parar na agenda da capricho ao som de Marjorie Estiano que tocava em um toca CD, não tinha a tecnologia ao favor ou um Spotify maroto para me auxilar.

Ah vá quem nunca se apaixonou pelo Guilherme Berenguer na malhação não sabe o que é amor. 
Então resolvi mudar, e fazer tudo o que eu queria fazer (  ) .... podia ser meu trecho de musica desse momento nostalgia,  mas mesmo não sendo uma revolução, me joguei no chão coloquei Marjorie para me acompanha e abri esse editor aqui.

Dessa vez o Spotify me ajudou, e o notebook substituiu a agenda capricho, mas certos anseios continuam os mesmos, se eu for parar para pensar em datas ou anos acho que essa coisa toda aconteceu há uns dez anos atrás,e aqui eu estou hoje começando mais um texto com Querido Diário.

Tchau, deixo vocês aqui com uma imagem e um vídeo para quem convive com essa barra de ser fã da Vagabanda e saber que nunca verá um show deles (hahah, a adulta) 



Um comentário:

Não esqueça de deixar seu comentário e sua opinião sobre o post ! Além de ler todos também terei o maior prazer de retribuir. Quer tirar alguma dúvida? Você também pode entrar em contato pelo e-mail: grazielle.matos@hotmail.com.

Beijão e fique sempre a vontade !

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo