19 de fevereiro de 2016

Gentileza de Padaria



Por favor, cinco pãezinhos caseirinhos!

Assim pedi a moça do balcão da padaria do bairro, enquanto ensacava os pãezinhos lentamente, um velho homem ao meu lado estava com seu filho escolhendo qual a Carolina mais suculenta da vitrine, o cheiro de pão fresquinho estava tomando conta do ar, eu de chinelão nos pés e cabelo todo engrunhido, e o velho homem quase no mesmo estilo, e neste meio de tempo chegou mais uma senhora atrás de mim babando nos bolos confeitados do balcão e me perguntou: - Você sabe se saiu o pão agora? 

Com um sorriso meio frouxo respondi, pelo cheiro do ar parece que sim, a senhora deu uma leve risada e me agradeceu. Seus pães moça, só isso hoje? - A moça do balcão me chamou. Sim só, obrigada – Respondi.

A padaria se encontra em um lugar bem turbulento da cidade, dentro de um bairro, mas próximo ao centro, mas eu me sentia que estava no meio de um bairro bem afastado, e enquanto andava em direção ao caixa, percebi como as pequenas coisas e as pequenas sutilezas que tomaram conta deste ambiente, um sorriso, um cheiro de pão e um look comum entre os visitantes (chinelo e cabelo bagunçado) Nada foi tão familiar e aconchegante como uma passadinha em uma padaria (padaria mesmo não o setor do supermercado) e para finalizar minha sensação de bem estar ao concluir minha compra, vejo o menino que acompanhava o seu pai pegar da prateleira do caixa um guarda chuva de chocolate e pede para o pai comprar, o mesmo não fica com troco nenhum da sua compra e não tem nenhuma moedinha jogada, mas antes de olhar para o filho e avisar essa trágica noticia, a moça do caixa estende a mão e entrega o guarda chuva de chocolate ao menino e conclui com um sorriso enorme: Cuidado com a chuva mocinho é cortesia!

Agora me diz tem frase mais verídica do que a clichê: Gentileza gera gentileza? Eu Aposto com o Deus da aposta, que esse pai ao sair com o carro do estacionamento da padaria vai esperar o outro que estava do lado com dificuldades a sair primeiro, e esse menino que saiu saltitante vai contar a novidade de ter ganhado o chocolate com um mega beijo no rosto de sua mãe e essa mãe vai sorrir quando se lembrar disso toda vez. Talvez não aconteça assim, talvez não tenham percebido o fluxo que era para ter sido gerado, mas era assim que eram para acontecer, tudo girando, tudo gerando, tudo gentilezas!


Um comentário:

  1. lINDO TEXTO...PADARIA É SONHO DE CRIANÇA QUE NÃO MORRE...

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário e sua opinião sobre o post ! Além de ler todos também terei o maior prazer de retribuir. Quer tirar alguma dúvida? Você também pode entrar em contato pelo e-mail: grazielle.matos@hotmail.com.

Beijão e fique sempre a vontade !

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo