30 de março de 2015

Ai que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió


Só que já esteve em Maceió para entender a veracidade do titulo deste post, e eu estive por lá durante uma semana de férias, e posso garantir que todo o sucesso de suas praias são realmente verídicas, é impossível você voltar de lá sem estar no minimo encantada pela natureza, pelo azul e pelos costumes nordestinos. 

Fiz a viagem pela CVC, e no ato da compra da viagem já estava incluso o city tour e o passei pela praia do francês, porém quando chegamos em Maceió, acabamos fechando um pacote de cinco passeios com a própria CVC que valeu suuuuuper a pena, tanto financeiramente quanto satisfatório, os passeios foram Paripueira, Dunas de marapé, Foz do rio São Francisco, Maragogi e Praia do Gunga, mas durante os passeios tinha outras opções de passeios adicionais, como em Paripueira tem uma passeio lindo de lancha que nos leva para a Praia do Carro Quebrado, uma praia paradisíaca e deserta. 

Quer um resumão, dá o play no vlog/clipe da viagem aqui em baixo!


Quer ver mais vídeo, se inscreva no meu canal (aqui)

Primeiro dia: City tour, praia do Francês e centro de artesanato.


No primeiro dia fizemos um city tour de ônibus, nos principais pontos históricos de Maceió e logo em seguida fomos visitar a praia do Francês, cujo é uma das praias mais popular de Maceió, com muitos ambulantes, feirantes, tererê, tatto de renna e muito camarão, é tipo uma praia paulista com um pequeno diferencial, limpa, linda e de águas azuis, depois de ficar quase o dia todo por lá na volta passamos no centro de artesanato, onde abusei das lembrancinhas e frufrus nordestinos, os preços variam muito, vale a pena pechinchar.

 ----------

Segundo dia: Praia Paripueira, passeio de lancha até a praia Carro Quebrado.


De todas as prais visitadas, com certeza Paripueira é a melhor, melhor até que Maragogi (depois explico melhor lá embaio), a praia é famosa por conta das piscinas naturais, agente anda anda anda anda e quando vê está quase na metade do mar e a água continua na altura da cintura, fundo firme de areias branquinhas e com pequenas ondinhas, além de ter um estrutura de restaurante excelente. E é lá que fiz também o passeio de lancha até a praia de Carro Quebrado, uma praia deserta e paradisíaca. 


----------

Terceiro dia: Foz do rio São Francisco e passeio de barco.


Se forem para Maceió e te oferecerem este passeio, por favor não pensam que é um passeio insignificante e você não vai pagar para ver um rio. É a paisagem mais linda de Maceió, o rio São Francisco e a sua desaguá no atlântico, e para embelezar ainda mais bem no final dele você encontra as dunas de areia douradas com uma feira de artesanato e de cocadas de forno na beira do rio, simplesmente lindo e você chega a este paraíso através de um barco que tem um percurso de uma hora e meia.

----------

Quarto dia: Praia Dunas de Marapé, passeio de pau de arara até Jatíuca;


O Quarto dia foi um dia mais tranquilo, a praia de marapé é quase deserta, com mar agitado e muito vento, ficamos mais aproveitando a paisagem e pensando na vida, e para animar um pouquinho fizemos um passei de pau de arara, que nos levou para uma reserva ambiental maravilhosa e depois tomamos uma água de coco em uma fazenda de coqueiros, lindo de se ver.

----------

Quinto dia: Maragogi, passeio de catamarã até a costa dos corais.


Maragogi é considerado o caribe brasileiro, devido a sua água ser extremamente azul e as condições climáticas serem bem parecidas, porém o carro chefe de Maragogi é a costa dos corais mar a dentro, que é possível fazer mergulho, ou observar os corais com mascará quando a maré está baixa, e claro que madrugamos para pegar está proeza, tirei várias fotos dos corais, andei entre eles, filmei e me encantei. Maragogi é encantador em alto mar, já na bera da praia é comum como qualquer outra.

----------

Sexto dia: Paria do Gunga, passeio de bugle até as falésias.


No ultimo dia fomos conhecer a praia do gunga, muito bem falada por todos, até considerada uma das dez praias mais lindas do Brasil, maaaaaaas não achei tudo isso não, a praia não é feia (aliás não existe praia feia em Maceió), mas não é a mais linda, ela tem areia meio amarelada em fofa, uma enorme plantação de coco ao redor e águas bem geladas, mas você encontra muito lixo ao andar por ela, fora isso é uma praia gostosa para se passar o dia, lá fiz o passeio de bugle até as falésias e comi muuuuito também hahaha. 

----------

Sétimo dia: Hora de dar tchau, passeio pela orla e arrumar as malas.


Sétimo e ultimo dia na cidade, o dia da tristeza, como neste dia não tinha nenhum passeio marcado e a noite iriamos pegar o voô, aproveitamos para andar na orla de Ponta verde, onde o hotel ficava, almoçamos e arrumamos a mala.

Mas em resumo geral Maceió é lindo e ponto, lá eu me diverti, me senti no Saara brasileiro,  andei de lancha, bugle, avião e pau de arara tudo pela primeira vez (haha) comi muito baião, camarão, cuscuz e macaxeira tudo acompanhado com aquela água de cocô gelada ou um belo coquetel no abacaxi e tirei muiiiitas fotos, se quiser ver mais detalhes, siga e veja meu instagram , que lá tem toda a rotina da viagem.

Vamos ao Oscar do nordeste.

Melhor Guia: Cristiano e Valnei (Transamerica CVC)  |  Melhor Restaurante: Bodega do Sertão  |  Melhor Praia: Paripueira  |  Melhor Comida: Camarão empando da praia do francês  |  Melhor Passeio: Lancha até Carro Quebrado  |  Melhor paisagem: Rio São Francisco  |  Melhor mar: Maragogi

#graziemmaceió ;)


5 comentários:

Não esqueça de deixar seu comentário e sua opinião sobre o post ! Além de ler todos também terei o maior prazer de retribuir. Quer tirar alguma dúvida? Você também pode entrar em contato pelo e-mail: grazielle.matos@hotmail.com.

Beijão e fique sempre a vontade !

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo