29 de abril de 2012

Saudade



Hoje ouvi uma música que me fez lembrar-me de você. Não era nenhuma música especial, não marcou nenhum momento específico da minha vida, mas alguma coisa nela me fez pensar em quando você era presença constante em minha vida. Algo em sua letra despertou em mim uma saudade que há muito tempo não sentia. Talvez tenha sido o título sugestivo, ou porque a letra fale de despedidas, de ausência e solidão. Talvez porque há alguns dias foi aniversário do dia em que me disse adeus.
Eu que nem pensava mais em você, nem sentia sua falta. E vivia muito bem com isso, sem você. Desde quando você se foi, ou melhor, desde o dia em que percebi que tinha te perdido para sempre, e nada mais podia ser feito para mudar isso. Eu sofri, eu chorei muito, passei noites em claro lembrando-me dos momentos que passamos juntos enquanto as lágrimas rolavam em meu rosto cansado, do seu sorriso doce e das suas palavras sempre gentis. Senti tanto sua falta quando poderia, e por muito tempo saudade era só o que seu sabia sentir, além do amor que eu lutava para arrancar do peito.
Um dia eu te esqueci. Quer dizer, como tempo e a dor acabei deixando de te amar, na verdade. Porque esquecer mesmo, acho que nunca vou esquecer. E é quando a saudade bate que eu percebo que você estará sempre ocupando um pedacinho no meu coração. Bem lá no fundo, escondido, trancado, há um espaço em meu peito que é e sempre será só seu. E de vez em quando ele se abre, e a saudade me lembra de que você ainda está ali.
Algumas vezes dói, outras não. É como se dependesse mais do meu estado emocional no momento do que da lembrança de você.  Na verdade, muitas vezes a saudade serve-me de consolo, ao me recordar de que um dia eu fui capaz de amar alguém como amei você. E me dá esperanças de que eu volte a amar de novo, não você, que já faz parte do passado, mas alguém especial que um dia vai surgir no meu caminho e desconstruir o muro que ergui em volta do meu coração depois que você se foi.

5 comentários:

  1. Ô amiga...
    Suas palavras me fizeram chorar um tanto enorme... é difícil demais passar por algo assim... e cada palavra tua parecia ter sido escrita por mim...
    Espero que a vida mande prá gente um alguém que esteja disposto a escalar esse muro q a gente volte a amar novamente...
    Beijo no coração...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda,
      É difícil mesmo, só que já passou pra entender. Mas sempre há a esperança de que tem alguém especial, e na hora certa vai chegar.
      beijoo

      Excluir
  2. É, momentos assim ninguém gosta de passar... mas querendo ou não, no final vale a pena olhar pra trás e ver que tudo que passou ajudou a nos transformar no que somos hoje e a nos fortalecer.... tudo que nos acontece nos torna mais fortes. Pense nisso... ^^,

    beijos

    http://makeupdamariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Mariana. Obrigada pelas palavras.

      beijoo

      Excluir
  3. A Mariana disse tudo... Sem momentos assim, não damos valor aos momentos de alegria. Um dia isso passa, e futuramente, estaremos mais fortes.
    Bjo.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário e sua opinião sobre o post ! Além de ler todos também terei o maior prazer de retribuir. Quer tirar alguma dúvida? Você também pode entrar em contato pelo e-mail: grazielle.matos@hotmail.com.

Beijão e fique sempre a vontade !

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo