10 de dezembro de 2016

Saldo do Mês {Novembro}

Que mês paradinho aqui no blog não? Se rolar a barra de rolagem aí do lado chega no saldo do mês anterior rapidinho, quase não postei, mas postar por postar, apenas para colocar números aqui também não é legal néh, gosto de postar quando to inspirada, quando conto algo, quando quero desabafar, não para gerar cliques apenas, mas mesmo com pouco posts por aqui o mês foi inspirador.
Aconteceram muitas coisas, muitas coisas para acontecer, e muitas coisas para fazer, rotina, correria, anseios , fim de ano, problemas, contas, salário, palavras e abraços, acho que por isso acabei me desligando das teclas desse teclado aqui. 

(Aperte o play para acompanhar o post com música boa)



O mês começou com muitos planos e ideias para o meu brechó , teve dias de fotografia das peças e ai em meio a musica, as fotos e a chuva lá fora, olho para cama e vejo o chokito em cima da cama como um modelinho, não aguentei teve foto claro  (morro toda vez que vejo a foto woooont). Ultimamente anda uma perseguição de fusca por onde eu passo, eu morro com isso, dá uma vontade de vender tudo comprar um e fugir de casa. 

Outro dia fui no shopping gastar tudo o que tenho na vida em melissa, e ai deparei com uma exposição linda de fotografia, tinha um livreto com informações sobre a exposição e curiosidades sobre a Europa, fiquei encantada com a classe e bom gosto da exposição , para quem ainda quer ver a exposição ainda dá tempo..

Num dia de domingo aproveitei o sol lindo de fim de tarde , altas conversas com a Ary, e rolou foto de look com meu vestido jeans mais lindo e e mais barato do universo (by Amor retrô), no outro dia fomos num barzinho e quando olho o cardápio caipirinha de Morango e Açai - MEU DEUS, como não inventaram isso antes? Gente é Maravilhoso.  
Houve dias preguiçosos em casa e chuvosos, já disse que amo o verão, e principalmente as chuvas de verão, tipo do nada dá friozinho e depois um sol pós chuva de babar, ah como é lindo.

Outra coisa que amo é as cores das frutas e verduras, sempre dou um click neles por aí.
Falando em clicks, voltei a fotografar mais, e andei pensando um meio de entregar o DVD e as fotos mais sensuais em algo artesanal e no final saiu esse envelope rendado, o que acharam?
Por fim mas não foi no fim  (hahah), para não perder o costume teve um show no Sesc de orquestra tocando a trilha sonora do filme O fabuloso destino de Amelie Poulain,  foi simples e lindo.












Minha mãe, meu ser 


Estava na corria no centro, e essa é a passagem mais feita de Araraquara entre o extra e a Textil, apesar de ter uma faixa de pedestre logo um pouco antes deste trecho, mas o habito mesmo é atravessar aí no meio da avenida, porém é uma via bem movimentada, e neste dia lembro de pensar algo como: A cidade tem que ser feita para as pessoas e não as pessoas para a cidade, então porque não pro uma faixa aqui, se é aqui que passamos?



Depois que retoquei o loiro, o cabelo sofre um pouquinho e ai os cachos estão começando a voltar agora, amei essa fotenha.






Ah esqueci de comentar, essa macaquinha e florzinha ganhei do sr. Eroberto, velho jovem amigo que falei um pouquinho aqui neste post


3 de dezembro de 2016

WishList: Então é natal.



Aí, mas que enhaca do universo, começa chegar natal e essa musiquinha não sai da cabeça (Então é natal, um ano tão bom e lalalala), ou seja, o titulo teve que ser esse, porque estou cantando a musica já faz uns cinco dias e quero deixar você no mesmo clima (hohoho), mas chega natal e o que eu adoro fazer? Lista de desejos.  

A lista na verdade é só por frescura mesmo, pois ganhar de verdade presente de natal já faz 84 anos que não ganho (olha o drama  ) rs, mas na verdade gosto de fazer a lista, pois assim acabo indicando alguns produtinhos legais que encontro pela net e também deixo salvo aqui os links para para que um dia eu possa comprar, espero que gostem:

1) Vestido Plus Size com nó: Quem disse que eu não posso mostrar a barriga? AHÁ. fiquei em love, amo cinza, mescla e esse tipo de tecido, vi a Ju Romano usar um desse e adorei, queria algo assim pro ano novo, leve e simples.

2) Caneca Frida: Olha que amorzinho essa caneca, amei a ilustra e a frase mais linda dela estampada é amor para inspirar os dias com café, ou até plantar um cacto lindinho nela o que acham?

3) Vinil Bon Iver: Poderia ser uma pintura/quadro, mas não é. è o Vinil do Bon Iver, o mais lindo e belo de todos, porém não achei para comprar nesse país (isso mesmo no pais) somente na Amazon, mas tô ensaiando ainda para comprar.

4) Sandália tratorada: Essa sandália é da Tequilla shoes, marca de sapatos que sou apaixonada , mas ainda não tenho nada deles, porém essa sandália está na promoção  e meu dedo tá coçando para comprar, deus me segura? Pois já gastei na Melissa. 

5) Luminária Flamingo: O nome já diz tudo, é uma luminária e é de flamingo =  

6) Telefone Retro: Amo assumidamente a Crosley, eu comprei já a vitrola da marca, mas quando vi esse telefone que funciona que cai a ficha e toca como antigamente, foi amor a primeira e ultima vista, quando eu tiver o meu cafofo, esse será meu  podem apostar. 

Aí eu fico olhando essa lista agora, e sinto que preciso de tudo.
Como viver assim, me diz? Hahahah.
Tem algo que curtem daí?

24 de novembro de 2016

Papéis, Palavras, Músicas e Flores.

Poderia ser titulo de um poema talvez.
Se depender de beleza, então é.
Não sei se o senhor Eroberto é muito conhecido na cidade, mas sr. Eroberto é um velho jovem que passa de vez enquanto no meu trabalho, gosta de conversar e filosofar sobra as coisas da vida e nessas conversas ele solta várias verdades como estas:

- "Você pode ter um lindo projeto, mas se não tiver dinheiro, as pessoas matam o seu projeto."

- "A mulher me perguntou, - Você não tem vergonha de catar papel? Eu? Eu não, eu to ganhando dinheiro, eu teria vergonha se tivesse te roubando, assaltando sua casa"

- "Você tem ser livre nessa vida, fazer o que gostar, ser feliz , por que a gente já vive pouco e vive infeliz? Não tá certo"

Além disso por onde ele passa, ele coleta várias flores e as distribuem por aí, para as pessoas e animais, e é assim que sempre tenho uma porção delas estampando minha mesa e meu instagram. Eu as recebo, admiro, coloco na água. E o dia? Ah fica muito mais lindo.



Hoje quando abri minha caixinha do correio, estava lá lindo e me esperando um gnomo viajante , uma cartinha muito fofa da Donna (do blog Maybe Yellow) que como ela mesma diz, fiquei babaaaaaaaaaando doce de leite em tudo. (para quem não conhece, eu participo desse projeto de envio de cartas aqui: Cartas para Amelie).


Na cartinha da Donna, ela me sugeriu três bandas novas, sendo uma delas a banda Hidrocor, já fiquei in love só com o nome imagina o caso de amor que foi com o replay, morram comigo:



Ainda sobre música, tenho uma pessoa especial que compartilha algumas musicas aleatórias comigo via zap, e nessa semana ele me enviou essa aí (só para deixar bem claro, Zeca Baleiro seu lindo)


Eroberto o velho jovem das verdades ditas, também me deu isto aqui hoje, deixo aqui para vocês refletirem também 


17 de novembro de 2016

Des=dade!



- A desigualdade existe, e nós nos acostumamos com ela, virou algo do tipo “faz parte”, outro dia (adoro começar a falar de coisas assim) no meio do dia a dia passei por um senhor que coletava materiais recicláveis e um estado de cansaço e esgotamento físico e aparentemente mental tão grande, isso era umas duas horas da tarde, passei de carro na correria o avistei e passou. No mesmo dia depois de ter trabalhado, treinado, tomado banho, jantado, me arrumado e na rua novamente a noite, pronta para sair com uma amiga, lá estava ele no semáforo com o mesmo carrinho com a mesma roupa, e com o mesmo cansaço. Passou muitas coisas na minha cabeça naqueles 50 segundos de semáforo, olhei no fundo dos olhos deste senhor e ali eu não conseguia pensar em nada mais e assim cai no conto do “faz parte”.

Não sou rica, não tenho carro do ano, não uso marca, não tenho berço de ouro, mas tive algumas oportunidades na vida que muitas foram construídas pelos meus pais, outras por mim e outras pelo o acaso, consegui fazer uma faculdade, ter uma instrução, uma educação de base, uma família trabalhadora e acesso a informações. tudo é uma questão de oportunidade, e se a democracia e a igualde fosse real talvez aquele senhor estaria em sua casa naquela noite.

“A gente nunca viveu a democracia”.

Essa frase eu ouvi em um vídeo onde Eduardo Marinho dizia muitas verdades sobre um ponto de vista invejável. Aí me fez pensar e ligar um fato ao outro, o vídeo a cena vivenciada e ai a culpa é de quem? Do sistema em geral? Mas quem é que faz esse sistema? Pessoas. E quem leva essas pessoas a onde estão hoje? Nós (ou como diz no vídeo assistido, Os pobres). A grande massa que é a base da sociedade, mas mesmo assim continuamos no estado do “faz parte”.

Afinal "...Quem é que se planta tudo que come? É a mão pobre. Quem é que costura todas as roupas que se veste, marca ou não? Mão pobre. Quem é que bota calçada, coloca os tijolos um em cima do outro, quem permite que as universidades funcionem? É tudo pobre..." - Eduardo Marinho.




16 de novembro de 2016

Saldo do Mês {Outubro}

Não adianta, já abandonei esse negócio de conseguir fazer este post logo no comecinho do mês, na verdade tudo depende do meu humor e amor (haha), quando estou inspirada o negocio vai que vai, mas ultimamente ando com certos bloqueios criativos, ai até o post meio que pronto se enrosca, demorou mais saiu esse resuminho lindo do meu mês de Outubro.

(Aperte o play para acompanhar o post com música boa)


O mês começou com pé direito, logo de cara com abertura de uma exposição fotográfica no shopping Jaraguá com tema de infância, onde participei com uma foto linda, nunca tinha participado de exposições e fiquei tão feliz e tão cheia de orgulhos dentro de mim, além de conferir o resultado, fui prestigiar outras amigas que estavam participando da exposição também, ahhhh ia me esquecendo, fiquei mais feliz ainda, pois o marketing do shopping escolheu a minha foto para fazer a divulgação da exposição (OMG).

Lembram-se da maquina de escrever que ganhei toda velhinha? Finalmente conclui sua restauração, fiz limpeza, lixei, arrumei botões, desmontei, lubrifiquei e pintei e montei de volta, ai é paixão que não tem fim depois de vê-la assim toda azulzinha sorrindo para mim, to pensando em fazer um post especial para ela em breve.

Conheci um acervo pessoal de um amigo do meu pai, assim no meio do nada, sabe aquelas coisas casuais que te levam a lugares incríveis? Foi assim que conheci um galpão com muitas antiguidades, o seu dona é apaixonado por esse mundo, tem carros antigos, moveis, utensílios, quebra cabeças e muito mais, passei alguns minutinhos só admirando tanta coisa linda, (tirei mil fotos, mas essas duas já dão para ver toda a beleza do local).

Falando de achados, em uma publicação de doa-se no facebook, encontrei essas bobinas de madeira, que já estou in Love e com muitas ideias para elas.
Rolou também momento diva/Marlyn Moore, platinei o cabelo de novo.
Teve dias de churrasco em família, dia no rancho, chokito manhoso e dias de fotos e fatos pela cidade.

Aconteceu mais um encontrinho do meu brechó Amor Retrô e encomendas fofinhas enviadas pelos correios (mas o pacote foi roubado – BRASIL FDP), ainda sobre os Correios, descobri um projeto de envio de cartinhas pelo mundo chamado – Cartas para Amelie do blog Maybe Yellow enviamos cartas para pessoas desconhecidas buscando levar um pouquinho de amor, ilustração, dicas, artes e etc, tem que usar a criatividade em todo o processo, conheçam mais aqui. No Mês de Outubro enviei para três pessoas lindas.

Não tem foto, mas houve roles pela cidade, e dias de desesperos com o choks (vulgo chokito meu filho/dog) que ficou doentinho, mas agora passou e o mês acabou rapidinho.




















Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo