22 de maio de 2016

Dica de presente para o seu Boy {2}

Estamos no dia 22 de maio, e quem é ansiosa como eu já está pilhando nas idéias para o dia dos namorados! Ano passado fiz um post aqui dando algumas dicas. Como sou desse tipo que fica maquinando o tempo todo um jeito de agradar, vocês já devem imaginar quanta coisa rolou no ano! Haha

Para o dia dos namorados do ano passado fiz uma caixa com 3 presentes:

Um perfume (presentinho comum, mais básico), uma mini garrafa de Whisky (essa tem 375ml, é uma gracinha! O valor varia entre R$41,00 e R$49,00) e para finalizar com toque mais romântico, fiz uma almofada personalizada, fugindo das fotos, mandei imprimir um “pôster” com a letra de uma música que gostamos. Tem vários legais Tipo Essa. Por apenas R$35,00.


No natal comprei a fita de slack que ele já queria há muito tempo. Apesar de gostar de esportes, não entendo muito dessas coisas, comprei uma indicada para iniciantes, a “US Boards”, R$124,99 na Centauro, não temos do que reclamar, é muito boa! 

Ainda na época queríamos ter algo além de fotos e vídeos caseiros. Entrei em contato com um amigo que faz filmagens profissionais, ele abraçou a ideia. O vídeo de 4min é uma das melhores lembranças que temos! A filmagem não sei o valor, varia muito por profissional, mas devo dizer que vale cada centavo. Não esperem o casamento para fazer fotos e vídeos profissionais, o namoro também é um momento importante na vida de vocês!



Pouco depois resolvemos fazer uma sessão de fotos, caiu como uma luva, o mimo de aniversário de namoro foi um famoso Scrapbook! Comprei o álbum liso e algumas folhas na região da 25 em São Paulo, as peças para decorar encontrei no site Scrap Store.
O tal “die cut” para leigo como eu, nada mais é que desenho e/ou frase impresso em papel, recortado fora do padrão (usei dupla face para colar), são lindíssimos e dão uma luz na combinação de cores e estampas.

Para guardar o álbum comprei caixa de mdf e vidro, a única que encontrei no tamanho era para cápsulas de café, foi só tirar a base vazada que serviu perfeitamente. Não fiz o cálculo final e como as fotos também foram feitas por um amigo, não sei ao certo o valor da sessão, existem álbuns e die cut de diversos valores, vale pesquisar. Ele já mostrou para a família inteira, sinal que gostou! Haha


Outro agrado foi esse cofre-porta-retrato.
A ideia eu tirei da Imaginarium (e não, eu não tenho vergonha de falar que me serviram de inspiração, economizei uma porrada e fiz bem maior).
Comprei a moldura para arte francesa, nada mais é que um porta retrato com profundidade, fiz um recorte com a furadeira por onde colocamos as notas, imprimi uma montagem nossa, colei dentro da caixa depois de lixada e pintada, coloquei o vidro e fim. Super fácil! Agora tempos uma caixa que estampa nossa vontade de viajar e nos incentiva a guardar dinheiro. Você pode colocar fotos do que deseja realizar, casa, carro ou altar, quem sabe o namoradão anima, né? haha
A caixa com vidro, tinta e a foto de fundo, saíram por míseros R$25,00.

Deixo ainda alguns mimos que me agradaram nas ultimas pesquisas.


As tais "cervejas gourmet" ficam bem mais fofas nessa embalagem, não é?



Se a grana está curta não deixe de mimar o boy.


Vale também propor uma noite especial, como esse kit cinema!


Quer algo personalizado, barato e fácil de fazer? Eis a solução! 
Um pedacinho de fita, papel cartão, fotos e uma caixa.

Pronto, você não tem mais desculpas para cair na mesmice! Espero que tenham gostado!
E aí, qual vai ser o presente do seu boy? Compartilha com a gente! ;)

9 de maio de 2016

{Resenha} A Herdeira


"Decisões, Amores e Responsabilidades".
por Kiera Cass.

Sinopse: "Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia."

...

Antes de ler esse mega post aqui, venho lhe dizer que contém muito spoiler dos exemplares anteriores, se você ainda não sabe ou tá meio perdida, esse volume A Herdeira é o quarto livro da saga a Seleção, que resenhei os três livros anteriores completo - AQUI . Agora você se encontrou e mesmo assim quer continuar? Voi a lá e obrigada.
...

Depois de vinte anos a história de America e Maxon continua através de Eadlyn, que é a primogênita do casal, a futura rainha, nessa nova fase Ca continuação de a seleção, as coisas estão bem diferentes, onde America e Maxon passam a serem personagens secundários que dão apoio no enredo. Eadlyn é uma garota forte e mimada ao mesmo tempo, cresceu no palácio destinada a se formar uma rainha, tudo foi feito para isso já que seu irmão gêmeo nasceu alguns minutos depois dela.
America e Maxon logo quando assumiram os tronos como rei e rainha, uma das primeiras decisões foi acabar com as catas pouco a pouco, retirando uma de cada para a casta retirada ir se igualando com a superior e assim sucessivamente. Mas isso em vez de acabar com a desigualdade e preconceito, acabou criando preconceitos internos entre eles onde uma pessoa que era da casta 2 , não queria trabalhar e nem contratar, casar e sei lá mais o que com alguém que foi casta 6 por exemplo, mesmo se esse 6 hoje tem condições de vida de um 2. Enfim a sociedade que vivia em condições melhores como castas achavam que “não se beneficiaram” com esta reforma social e assim começa um novo drama político. E para acalmar os ânimos do povo de Iléa, Maxon e America decidem fazer uma nova seleção com sua filha para usar como arma de entretenimento ao publico até que eles encontrarem uma solução para as revoltas que andam acontecendo.

E assim começa uma nova seleção, contra a vontade de Eadlyn (claro), mas desta vez existe um acordo e algumas regras de Eadlyn e seu pai Maxon, que fazem o “jogo” ficar um pouco melhor.


Voltando a falar de Eadlyn, eu esperava muito mais, esperava quase uma revolucionadora já que vindo de America seria totalmente isso, mas Eadlyn é uma jovem que tem o peso da responsabilidade de ser uma rainha impecável nas costas, tenta parecer o mais forte possível em todos os momentos e levemente femininas, que não precisa de ninguém ao sue lado para governar e não quer se apaixonar por ninguém. Só que com isso ao longo do livro ela passa a ser chata e irritante muiiiito longe de ser uma America na vida, ela não consegue entender a gravidade das coisas, mas acaba aceitando a seleção e começa a se envolver com os garotos.

Desde o principio Eadlyn decidi ser rude o quanto for possível para que todos eles no final acabem desistindo dela, antes mesmo de e meses, mas existem certos garotos que estão lá fazer o possível para conquista-la e outros não como Kile, filho de madame Marlee, também foi criado no palácio junto com Eadlyn e não a suportava desde sempre, mas alguém misteriosamente o inscreveu na seleção.

A Herdeira assim como os anteriores é recheada de romance, mas neste em especifico demorou um pouco para isso começar acontecer, foi mais do meio para o final, creio que o grande lance mesmo esteja pronto para o próximo exemplar: A coroa, mas o romance deste volume é mais sutil e vem bem devagarzinho e despretensioso, sem perder o leve drama e caos familiar, pois essa seleção além de uma diversão acaba envolvendo muitos da família e muitos temas novos a se pensar.

Bom em suma, Kiera não perde a linhagem de escrita, tudo flui tão rápido e tão prazeroso, mesmo não sendo em minha opinião o melhor livro da saga, mas ao mesmo tempo consegue ser muito bom só não quanto os anteriores, mas vale muito a leitura, se você leu a todos os livros anteriores e queria sabotar a continuação pois foi perfeito o final assim como eu, eu te digo, leia pois só a escrita de Kiera já faz valer a pena.

Ahhhhh ia me esquecendo, se teve uma coisa que me irritou no livro foi America, credo virou muito mãezona e aquela America geniosa, teimosa, e sonhadora caiu no conto do vigário, faz e fez coisas que se ela fosse a mesma America de vinte anos atrás, jamais faria (mas eu entendo, as pessoas mudam, porque um personagem também não? Néh não.) #RIPamerica.

Curiosidade: O quinto e último volume da saga, intitulado como A Coroa, foi lançado aqui no Brasil semana passada , e já está a venda lá na  Saraiva e na Livraria Cultura. #ficaadica 

Quotes

"— Não ligo para uma boa briga desde que no final você ainda tenha consciência do quanto eu amo você."

"— Você é como a sua mãe e a minha. É determinada. E talvez o mais importante: não gosta de fracassar. Sei que tudo isso vai funcionar. No mínimo, porque você vai se recusar a deixar o contrário acontecer."

"— Só tenho um coração, e quero poupa-lo para a pessoa certa."

"—  A vivacidade da tia May, a bondade de madame Lucy, a leveza de madame Marlee e a força da minha mãe não tinham preço; ensinavam mais que qualquer aula que tive na vida."

Nota Geral (4 de 5)

1 de maio de 2016

Saldo do mês { Abril }

Tinha muitas fotos acumulada no meu celular , fotos que retratam como foi o meu mês, e muitas delas eu não postei em nenhuma rede social, mas como são coisas legais e coisas boas que eu passei no mês, então, eu quero todo mês fazer tipo um balaço geral (ops não é o programa da tv, ok) dos meses com fotos aleatórias do meu dia a dia, antigamente eu fazia algo parecido com um resumo do que eu andava postando no instagram, mas sempre tinha fotos que não foram publicadas.

(aperte o play, para companhar o post com música boa)

 ....

Eu amo a novela Velho Chico que a globo anda exibindo, e eu tenho uma amiga que está na mesma paixonite que a minha pela novela, e como uma boa rádio patroa, nós ficamos tietando sobre a novela, e antes de tudo acontecer já prevíamos alguns acontecimento e andando por uma banca um tempo depois, alguns de nossas suposições estavam estampadas nas revistas de fofoca. Viu só encontrei meu novo emprego, somos muito boa nisso.


Houve também sessão de fotos com a Milena (colaboradora do blog aqui de vez em nunca, mas é.) estilo piquenique da cat linda, filha de uma amiga, o dia tava tão lindo, muito sol e grama verdinha, aproveitamos e colocamos o papo em dia. Quer ver o resultado final das fotos? Eu sei que quer ;P , veja todas elas aqui (ficou fofo demais pode falar, eu deixo).



Teve dias de calor escaldante no trabalho, mas foi suportado com uma boa dose de água de coco geladinha nas horas vagas junto com descobertas de novos blogs lindos por ai.  Nessas andanças eu conheci o blog Cambaleando. (Blog lindo que fala de tudo um pouquinho)


Teve aniversário de amigos da família, e passeios familiares e sempre há aquela foto com meu irmão mais pirralho do universo, que muitos dizem que somos gêmeos, mas vou deixar bem claro aqui, não somos OK! (rs)
 

Sabe aquele tipo de coisa que é tão simples que te faz tão bem? Foi assim na feirinha veg que rolou no feriado, um dia lindo, um fim de tarde amarelo, conheci pessoalmente uma amiga virtual que também é blogueira a Ary do blog Bregoramas, encontrei com outros amigos, tomamos sorvetes veganos maravilhosos e para finalizar um show delicia com a linda da Ekena (que já falei aqui), ah sem contar altas fotos, que acabou rolando um post especial só delas, aqui.



Fim de tarde sempre me encanta, e voltando do rancho da minha família presenciei essa visão, além de algumas fotos cheias de verde de um dia aleatório, mas com coisinhas bonitas.



Grazi a louca do fim de tarde (me deixem). Se tem um local lindo para ver o fim de tarde é o supermercado Atacadão daqui de Araraquara, sou apaixonada pela visão que o estacionamento de lá dá, sem contar que o sol fica bem do lado, ai é lindo gente.(podia virar um ponto turístico).


E no finalzinho desse mês, o inverno veio dizer oi, e trouxe dias cinzentos, amor, cafés e leituras, e essa é a visão da minha mesa do trabalho, um céu cinza com mãos geladas mas adorando tudo isso.





27 de abril de 2016

Jennifer Lawrence & Bradley Cooper



Alguém percebeu esse caso de amor sucumbindo nas entre linhas? Poderiam fazer um filme disso, quem sabe um romance? Ai queria tanto que fosse verdade, eu sei eu sei que não tenho nada a ver com a vida deles, mas acho que não tem problema de chipar um pouquinho néh, já houve rumores na grande mídia, desmentiram, mas seria tão legal !!! rs

Jennifer e Bradley, tipo Johnny Depp e Tim Burton, tudo flui, tudo fica bom. Eu cai na real dessa pareceria, quando assisti dois filmes seguidos que ambos participaram, ai acendeu aquela luzinha, mas como gente? tem mais? Tem, Jennifer e Bradley já possui quatro filmes juntos, e acada lançamento supera o anterior. 

Eu queria fazer um post de indicação de os últimos filmes que assisti, e como eles na maioria tinha essa dupla dinâmica, por que não um post dedicado a esse romance? (deixa eu achar que é, me deixe).

O lado bom da vida  | Ano 2012  | Sinopse 


Romance simples e cauteloso com uma dose de auto ajuda, favorito de muitos devido a sutiliza do tema abordado: superação de traumas, problemas familiares e a mensagem de quem sempre tem uma opção e que o amor apesar dos troncos e barrancos tem o seu jeitinho de vencer. Trilha sonora linda de morrer. 

Trapaça  | Ano 2013  | Sinopse 



Uma trama que liga uma coisa na outra e na outra e na outra, com uma trilha sonora do rock e um elenco de tirar o folego, trapaça é aquele tipo de filme para você curtir cada cena, cheio de cenas de mafiosos e bem construídas, pronto para curti com sua pipoca básica.

Serena  | Ano 2014  | Sinopse 



Primeiro de tudo, que figurino é esse? Maravilhoso. Serena é um filme que fala de romance e de vingança no fim da década de 20, abrange um lado meio psicótico de uma mulher que desejava muito ter um filho e não pode devido a infertilidade, um enredo simples, porém bem abordado, vale a pena assistir e apreciar a qualidade de filmagem.

Joy, o nome do sucesso | Ano 2015  | Sinopse 



É aquele filme para assistir quando você se encontra numa fase de que tudo que faz não dá certo, Joy mostra para você que sonhos não são feitos para desistir, personagem paradoxal, ao mesmo tempo que ela é forte também é fraca, um lindo caso baseado em fatos reais de empoderamento da mulher, de garra, de que o fracasso é só mais um degrau para o sucesso. A narrativa e a fotografia são belíssima.

Será que vira tradição, um filme por ano com essa dupla? Se sim que venha 2016 :D

25 de abril de 2016

Links e Pensamentos {2}

Cansei, desisti, que dizer na verdade, acho que ainda não tinha compreendido ao certo, mas quero tornar aqui, esse blog cada dia mais pessoal, eu sei que ele já é, mas tem aquela coisa de comercial, eu não sei se isso vai parar, mas que ele será algo mais intimista será, quero fazer posts aleatórios, post sem sentido, post familiar e rotineiros, quero que um dia quando tiver minha filha ou filho, que eles vasculhem por aqui para entender como a mãe deles foi, o que ela pensava e o que sonhava nessa época, credo que futurista, é mais a vida não tá fácil para ninguém (falando em não tá fácil para ninguém, sabia que o Jota Quest tem uma musica com esse titulo, e ela é super legal, ouve só aqui), voltando, estou a completar esse ano vinte e cinco agostos, como diz a descrição ai do lado sobre mim, e isso é um quarto de vida, tenho como ambição chegar aos cem, aí pensei - ahh ainda estou nova tenho quatro quartos, e vivi ainda só um, vishi tem muitas coisa para rolar, mas em conversa com uma amiga, me mostrou outro lado, o lado que que as maiores coisas que se faz, que se muda, que se transforma geralmente são feitas nos dois primeiros quartos, depois a regra é apenas aproveitar a vida; Pronto o desespero se instalou. Aff credo, enfim {...}

No começo do ano coloquei como meta de vida, dizer mais sim a tudo, abrir a cabeça para novas oportunidades e novas aventuras, mas se passaram quatro meses de sim e aprendi que também tenho que aprender a dizer não, quando quero dizer não, as vezes não quero ajudar, não quero fazer, não quero carregar, não quero levantar, e isso é meu desejo e devo dizer a eles sim também, não? Aff credo de novo.

Esses pensamentos de hoje estão mais complexos, quero falar do que andei pensando de futilidades, como por exemplo como amo os produtores de Grey's Anatomy, por confirmarem mais uma temporada, aiiiiii por favor, por favor não acabe nunca com isso, qual o problema de fazer uma serie eterna, é o emprego dos atores, eles podem se aposentar fazendo isso, tem tanta gente que se aposenta num emprego só.

Casa de ferreiro espeto de pau, pensando nesse ditado (acho que está certo, sempre inverto tudo e não vou no google ver se está, porque estou com preguiça, me deixem) percebi que não conheço tudo de legal que minha city tem a oferecer (para quem ainda não sabe, sou de Araraquara), então decidir virar uma desbravadora, quero explorar os cantos, os parques e museus que tem por ai e quem sabe vira post aqui.

Links e coisas que me interessei.

Ontem eu assisti, Será que?. Um filme fofo com Daniel Radcliffe, que em qualquer papel quando sorri, lembra-me Harry Potter, eu sei que isso deve ser ruim para o ator, mas também não pode reclamar, HARRY é um filosofia de vida, não um estado (kkkk), ahh vale a pena o filme.



Em Junho, tem João Rock (festival de rock nacional) e comecei aquela busca de ideias para o que vestir, e amei o look da Ju Sacramento do blog Tem no meu quintal. Quero super ir assim.


Meu cofrinho está quase completo e a meta dele é ter dinheiro para minha próxima tatoo, que será a constelação que remete ao meu signo (sim sou a louca que acredita em astrologia), e assim achei essa ilustração fofa, a intenção é fazer no ombro sem o fundo preto só o tracejado da constelação.

Virgo Constellation Illustration - Vertical Amy Rogstad | Fercute:

Vocês sabem do meu amor por Simple Plan néh, e este mês teve clipe e musica nova no ar, #todosmorrem, tem um trecho dessa música que resolvi aplicar como um mantra, que diz assim:

So I'll be singing (I'll be singing)
I'll be singing (I'll be singing)
I'll be singing in the rain (Singing in the rain)
I've got a song in my heart and I'm bulletproof
There's nothing in the world that's gonna kill this mood
No matter what life wants to throw my way
I'll be singing, I'll be singing in the rain

Tradução

Então eu cantarei (eu cantarei)
Eu cantarei (eu cantarei)
Eu cantarei na chuva (cantarei na chuva)
Tenho uma canção em meu coração, sou à prova de balas
Não há algo no mundo que vai destruir meu humor
Não importa o que a vida queira colocar no meu caminho
Estarei cantando, cantando na chuva


Assim foi, fui !!

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo