22 de janeiro de 2016

{Resenha} Feliz por nada

"Cotidiano, crônicas e pensamentos ".
por Martha Medeiros. 

Sinopse: "Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac dos relógios e, se faltar luz, tanto melhor. Tudo o que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve.” É com a força transformadora de um abraço que Martha Medeiros abre este novo livro de crônicas e é com a mesma singeleza e olhar arguto para o cotidiano que a escritora ilumina algumas das questões mais urgentes do século XXI. A destacada romancista, cronista e poeta, que já teve obras adaptadas para o cinema, para a tevê e para o teatro, fala aos leitores com a sinceridade de um amigo e materializa as angústias e os anseios da sociedade pós-tudo, que vive acuada sob o grande limitador do tempo. Nesta coletânea de mais de oitenta crônicas, Martha Medeiros aborda temas muito diversos e ao mesmo tempo muito próximos do leitor. A autora tem o dom para aproximar assuntos por vezes fugidios – como é próprio do cotidiano – de questões universais, como o amor, a família e a amizade, e criar lugares de reconhecimento para o leitor, como ao falar de Deus, dos romances antigos e novos, da mulher, de escritores e cineastas que são imortais, de se perder e se reencontrar, do que a vida oferece e muitas vezes se deixa passar. “Feliz por nada”, afirma Martha Medeiros, é fazer a opção por uma vida conscientemente vivida, mais leve, mas nem por isso menos visceral."
.............................................................

Feliz por nada! Assim é o titulo do livro de Martha Medeiros, um livro com 140 crônicas, sendo uma delas o nome do livro. Martha Medeiros conseguiu juntar nesta coletânea as mais prazerosas horas dedicadas em palavras, cada texto tem a sua magia de transformar sua visão de mundo ou de compactuar com a que você já possui.


Com a narrativa sempre na primeira pessoa, mostrando fatos do seu dia a dia, trazendo assuntos como o amor, a educação, o cotidiano, a necessidade de ter coisas e de perder coisas, temas polêmicos, temas triviais, condições psicológicas e muita felicidade por nada e por pouco, é o que envolve este livro, além de que Martha consegue extrair suas principais crônicas através de uma conversa de amigas, de uma dedicatória de um livro, de uma noticia do dia, de um nascer de filho, de inúmeros livros, de Woody Allen e principalmente de perspectivas de vida, tudo isso transformados em temas e barreiras para se pensar e se sorrir, me diz como não amar? (Martha me deixa ser sua amiga?)Este livro é poesia e prosa pura, eu diria que é mais uma companhia do que leitura, ele te envolve texto a texto e parece que cada um foi feito para uma situação de vida alheia ou própria, tem um ritmo rápido e claro, se tiver disposta em um dia termina a leitura, mas se eu fosse médica indicaria uma leitura por dia (para saborear). 

Em suma Martha me conquistou, até hoje não tinha lido nada dela, mas a partir de amanhã passarei a ler tudo e mais um pouco. (me inspirou até escrever crônicas por ai, para quem não sabe eu já escrevia em outro blog, vou retomar, obrigada Martha linda). Quer se deliciar? Separei 10 quotes que mais suspirei durante o livro aqui:

              Quotes                

Que lugar melhor para uma criança, para um idoso, para uma mulher apaixonada, para um adolescente com medo, para um doente, para alguém solitário? Dentro de um abraço é sempre quente, e sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tique-taque dos relógios e, se faltar luz, tanto melhor. Tudo o quê você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve. Pág. 10 – Crônica Dentro de um abraço 

Pode um casal ser mais desunido do que aquele que, olhando na mesma direção, não consegue enxergar a mesma coisa? Pág. 29 – Crônica Iolandas e Capolas 

Menos vaidade, menos prazer. Pág. 30 – Crônica Competência para vida

Amadurecer talvez seja descobrir que sofrer algumas perdas é inevitável, mas não precisamos nos agarrar à dor para justificar nossa existência. Pág. 38 – Crônica Cresça e Divirta-se. 

Obvio que beleza e modernidade me cativam. Mas não me alienam. Pág. 42 – Crônica Marias-Gasolina 

Só sei que aquela biscate não me representa. Pág. 43 – Crônica Marias-Gasolina. 

> Tédio é para sem inspiração. O mundo oferece estradas, passeatas, eleições, aeroportos, ondas, montanhas, campeonatos, vestibulares, desafios, churrascos, festivais, feriadões, roubadas, gargalhadas, madrugadas e declarações de amor. É assim mesmo, tudo misturado e barulhento. Pág. 44 – Crônica Carta ao Rafael. 

> Melhor uma ausência honesta do que uma presença desaforada. Pág. 48 – Crônica os ausentes.

> Dá para acreditar que há seres humanos que, além de comer carne e matar moscas, são capazes de jogar bombas em passeatas gays, de empregar parentes que são pagos com dinheiro público, de esfaquear maridos e de espancar meninas até provocar traumatismo craniano? Pois é, Bruce: tem gente que mata gente. Ou gente e mosca dão no mesmo? Pág. 52 – Crônica Nós. Os Trogloditas. 

> Lembre-se do que sua bisavó dizia: regue as plantas, regue suas relações, regue seu futuro, porque sem cuidar, nada floresce. Pág. 72 – Crônica Confie em Deus, mas tranque o carro.

  Curiosidade:   A música Dentro de um abraço cantada pela banda Jota Quest, foi inspirada em uma de suas crônicas que leva o mesmo titulo que consta na edição deste livro. Rogério Flausino chegou a declarar que ganhou o livro de Martha em um momento propicio, estava numa fase conturbada e com bloqueio criativo.

Feliz por nada? Hoje não Martha, hoje estou feliz por ter lido seu livro.

Nota Geral (5 de 5)

20 de janeiro de 2016

Resumindo, No Poo e Low Poo.


Tá bobando pela net um burburinho sobre esse tal de No Poo e Low poo, que nada mais são duas técnicas de tratamento capilar que envolve o uso de determinados produtos sem a adição dos seguintes componentes: Silicones, Petrolatos e Sulfatos.

> No poo (Sem shampoo)
Essa técnica você não usa shampoo para lavagem dos fios, apenas a técnica Co-Wash, que é a lavagem com condicionador sem silicone e petrolatos.

> Low Poo (Pouco Shampoo)
Essa técnica, você usa apenas shampoos sem sulfato e de preferência com pouca freqüência, acompanhado dos condicionadores e outros produtos sem os silicones e petrolatos.

Depois de você decidir qual técnica irá utilizar você deve comprar e utilizar somente produtos sem os itens acima, porém tem que ficar atenta na composição existe vários ingredientes e vários nomes que são derivados do silicone e do petróleo que não são liberados, para isso segue abaixo a lista deles:

Imprima ou salve a imagem acima para conferir nas embalagens

Se algum produto que tem em casa contém algum desses itens, você deve descartar, pois se
utilizar essas técnicas e mesmo assim usar alguns produtos com silicone e petrolatos, o seu cabelo pode ficar com acúmulo de resíduos e isso pode causar várias conseqüências como queda de cabelo, caspas, opacidade dos fios e entre outros.

A MariMorena é pioneira neste assunto no seu vlog tem muita informação sobre, ela disponibilizou uma listagem de produtos liberados para ambos os processos, bem completa (baixe aqui.)

Como começar o processo?

1 Passo: Depois dos produtos separados, você deve fazer a sua ultima lavagem com o seu shampoo convencional com sulfato, para que ele possa fazer a retirada total dos produtos anteriores que continham petrolatos e silicones que você usava antes no cabelo.

2 Passo: A partir daí você passará a usar somente os produtos liberados, após a lavagem aplique o condicionar preferido liberado, massageei o cabelo e enxágue

3 Passo: hora da sua primeira umectação, que é a hidratação com óleo vegetal para reposição de água e nutrientes do cabelo, o mais recomendado geralmente é com óleo de coco, você aplica o óleo em todo o cabelo e deixe secar naturalmente (para potencializar o processo, pode-se fazer uma trança) – Atenção esse processo é feito APENAS UMA VEZ na semana ou uma vez a cada quinze dias, conforme a necessidade do cabelo, caso contrário o cabelo passa a ficar muito oleoso.

4 Passo: No outro dia depois que secar o cabelo após a umectação, ou se não é o dia do processo anterior, basta aplicar o seu creme de pentear desejado liberado.

5 Passo: Quando for lavar os cabelos novamente, você não usará mais o seu shampoo convencional que usou na primeira vez, você usará o condicionador liberado co-wash, se a técnica escolhida for No poo, ou o shampoo sem sulfato se a técnica escolhida for Low poo.
Se você tem o costume de usar outros produtos, como mascaras liviings, musses, gel e etc, pode continuar a utilizar da maneira que quiser desde que seja liberado dos componentes proibidos da técnica.

Dica: O legal também para que acha que tem os cabelos muito oleosos ou que não quer abrir mão total do sahmpoo, mas quer fazer a técnica do No Poo, você pode intercalar as duas técnicas, faz todo o processo do No poo, mas uma vez na semana ou a cada quinze dias lave os cabelos com um Shampoo sem sulfato, que não mudará o resultado final.

Qual o resultado disso tudo?

Quando utilizamos produtos com silicones e petrolatos, todos os benefícios desses produtos são aplicados apenas na superfície do cabelo, deixando hidratado somente os fios, funcionado como uma capa sobre eles, não hidratando a raiz do cabelo de verdade, ai usamos o shampoo com sulfato para que ele retire todos esses componentes do cabelo, se não causa acumulo de resíduos.
Mas quando utiliza o processo de tratamento No Poo e Low Poo esses nutrientes não irão mais encapar os fios e toda a hidratação e benefícios dos produtos utilizados irão para a raiz do cabelo, serão absorvidas para nutrição completa e assim não haverá a necessidade do uso do sulfato para retirar os silicones e petrolatos, pois não utilizará mais nos condicionadores e afins com esses componentes, ou seja, o resultado final é que seu cabelo fica realmente mais hidratado, mais definido e mais saudável.

Esse processo é muito utilizado pelas cacheadas, pois o cabelo cacheado tende a ser mais ressecado devido a dificuldade da absorção dos nutrientes, e com esse método o cabelo cacheado passa a absorve mais as hidratações e assim começam a ficar mais definidos, mas não quer dizer que outros tipos de cabelo não possa fazer também. Eu comecei a fazer o No Poo há uma semana e já venho notando a diferença absurda, meu cabelo ta muito mais definido, hidratado e com brilho (Tô amandooo).


Se você está iniciando neste mundo agora assim como eu, vou deixar alguns links legais para ler mais sobre o assunto e ficar craque no No Poo e Low Poo, aqui em baixo:


Bem Resumidamente, não? Tem muita informação para se ler, mas tentei dar uma pincelada nas principais duvidas que vi por ai e que eu tive também. Gostaram? Quem já usa essas técnicas?

17 de janeiro de 2016

5 Orgulhos musicais de Araraquara

Outro dia brinquei no instagram colando um vídeo dela cantando num barzinho descrito como Ekena encantada Monteiro, pois é realmente isso que acontece quando ela abre a boca, encanta, Ekena tem um estilo mais MPB, folk e uma queda do pop, além de linda de morrer. Seu novo projeto é um trio (Ekena, Vinícius e Rodrigo), que vai vir cantando por ai musicas autorais de eximia qualidade e interpretações únicas, que faz você se sentir mais leve só de ouvir. Se você gosta de Tulipa Ruiz, Malu Magalhães, A banda mais bonita da cidade? Logo você irá se identificar com Ekena ouçam.


A melhor coisa do mundo é quando te convidam para uma festa e quando pergunta o que vai tocar eles te respondem: Homem de lata! Não há festa melhor quando esses guris estão no palco, Homem de lata é um bloco (não uma banda) um bloco meu povo, que coloca qualquer ser humano desanimado para levantar a poeira, a grande diferença do grupo é transformar hits musicais num ritmo único do batuque de escola de samba e cia onde todos da banda tocam alguma coisa sem parar por um minuto, além dos vocais darem um banho de talento, já disse não há carnaval que resiste por aqui. Se você gosta de monobloco, bartucada, seu Jorge e um bocado de Skank, então ta na hora de ir numa festa com Homem de lata.


  1. Liniker
Nestes últimos meses Liniker sambou em todos os jornais e portais de noticias de musica, com seu estilo irreverente e com uma voz de Diogo Nogueira misturado com Tim Maia, conquistou a internet inteirinha, porém não é de hoje que exibe seu talento por ai, Liniker e a banda Caramelows deram um tapa na cara do Black Soul Music brasileiro com seu EP chamado ZERO, contendo três musicas autorais tão boas que na terceira vez que ouve você já está jurando que já conhecia aquela musica há anos. É lindo de sentir a sua vibe musical. Se você gosta de Vanessa da mata, Seu Jorge e um “que” de Daniela Mercury, você está pronto para amar Liniker e banda também.


  1. Lilian  Jardim
Sim Lilian Jardim pertence a nós araraquarenses, carregando o MPB porreta nas costas, Lilia canta e exala muita musica popular brasileira com uma voz forte junto com a sutileza do violão, com musicas que embalam qualquer sábado à noite, Lilia já se apresentou por todo o Brasil já consagrado como uma das vozes femininas do MPB. Se você gosta de Ana Carolina, Paula Tomer e um pouco de Maria Gadú, você vai soltar a voz com Lilian com certeza.


  1. Flor de Abóbora
Essa é paixão antiga de Araraquara amado por muitos, Flor de Abóbora é uma banda que toca o tradicional samba com direito a todos os instrumentos sem perder a originalidade do grupo, que é transformar os clássicos sambas em samba contemporâneo misturando com o samba rock deixando tudo um pouco mais leve para sorrir de canto a canto, em seus repertórios tem Lança perfume, não deixa o samba morrer, além do horizonte e entre outros clássicos. Flor de abobora é satisfação garantida em todas as idades, impossível não mexer os pés quando seus tamborins começam. Se você gosta de Alcione, Zeca pagodinho e Arlindo cruz, ta perdendo o que, bota play aí bebê.  





15 de janeiro de 2016

{Fotografia} Golden Hour

hora mágica fotografia

 Foto: Noelle Buske

A matéria prima da fotografia é a luz, sem ela não conseguimos gerar a imagem tão almejada, e para realizar qualquer técnica de fotografia é necessário vários fatores e controladores, mas basicamente todos envolvem a regulagem desta bendita iluminação.

Dentre várias formas de se captar a luz uma das iluminações mais lindas para se criar uma fotografia com um dos tons mais desejados por todos é usar a hora certar do sol a seu favor e uma dessas horas mágicas é a famosa luz de ouro, mas conhecida como Golden hour.

A Golden hour é aquele intervalo que dá uma hora antes do nascer ou do por do sol, aquela luz do fim de tarde bem marcada chegando a ser alaranjada e deixa o céu incrível, ou aquela luz larajanda suave que dá antes do sol nascer completamente. Essa hora é considerada a hora mágica da fotografia, pois as fotos expostas á esse fenômeno ficam com uma iluminação leve, saudável e com um contorno de luz maravilhooooso. (Sabe aquela foto do pinterest de casais apaixonados com aquela luz alaranjada em torno deles? Tipo isso kkk)


Como tirar um foto assim: 
(Antes de tudo se você não sabe o que é ISO clique aqui)

É quase o mesmo conceito de tirar fotos de silhueta (que expliquei tim por tim aqui), a diferença fica por conta da regulagem da exposição (ISO), se você deseja mais luz mais laranja mais tcham a exposição deve ser maior (ISO 400 | ISO 600), agora se você deseja menos claridade porém preservar os traços alaranjados e fazer aquele efeito de contorno de luz, você deve trabalhar com uma exposição mediana (ISO 200), mas não é só isso que influência, na fotografia não existe uma receita da foto perfeita, numa foto desse estilo você pode mesclar todos os recursos da sua câmera, mas a mais fácil de medir esta absorção de luz é pela exposição (ISO).

Como eu sei a hora certa do Golden Hour?

Geralmente (gente generalizando mesmo) essa hora dourada acontece no período da manhã por volta das 5:00 às  5:40 e a tarde é por volta das 18:30 às 19:20 quando estamos no horário de verão, fora do horário de verão anteceda uma hora. Mas cada região tem a sua hora mais específica e para descobrir qual a hora correta existe um site chamado JekoPhoto que te dá a hora do Golden Hour da sua localização.

Para facilitar a captação dessa iluminação, busque fotografar em lugares amplos, onde você possa ver o pôr do sol ao fundo, que tenha uma visão do horizonte, ou também em lugares que tem uma entrada grande de sol. Para ilustrar esse enorme post, aproveitei e fotografei algumas fotos de prima que estava de bobeira, era por volta das 18:30, e captei um pouquinho de Golden Hour para vocês:


Por que usar essa iluminação? Esse tom de fotografia geralmente transmite paz, leveza, felicidade, são muito usadas em sessões externas de famílias, casais e amigos, mas vale abusar da criatividade em todos os sentidos, ta sem inspiração? Tem muita aqui, corre e vá encontrar sua Golden hour por ai.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo